domingo, abril 11EDITOR : LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA - TEL./WHATSAPP: (12) 99779-7700
Shadow

Cidades inteligentes: o futuro dos centros urbanos com a rede 5G


Algumas tecnologias deverão fazer a diferença nos próximos anos e transformar a vida das pessoas nas cidades A ideia central em torno de cidades inteligentes é usar a tecnologia para melhorar a eficiência de todos os processos. Isso significa pegar todos os avanços tecnológicos que já são aplicados em coisas como streaming de vídeo, compartilhamento de fotos e publicidade e trazê-los para suportar coisas como planejamento urbano, saúde pública e segurança, educação e transporte.
Esse processo deverá se transformar radicalmente nos próximos anos com a introdução da rede 5G, que permite velocidades 20 vezes maiores que o 4G e reduz a latência para menos de 1 microssegundo. Isso permitirá que milhares de sensores, carros, lâmpadas se conectem a Internet das Coisas e ajam em conjunto para transformar a cidade em inteligente. A tecnologia para fazer avanços maciços nesses esforços já existe hoje. Aqui estão alguns exemplos:
Toda a infraestrutura de semáforos pode ter sensores inteligentes. Isso pode garantir que eles podem ser automatizados e consigam, em tempo real, otimizar o tráfego das vias. A rede de sensores pode publicar dados de tráfego em tempo real para uma API aberta, permitindo que aplicativos do Waze/Google Maps direcione melhor os fluxos dos carros.
O monitoramento de estacionamento pode ser automatizado, ou seja, uma API aberta onde qualquer pessoa pode obter informações sobre onde estão as vagas de estacionamento abertas.
Os sensores podem nos dizer quando há excesso (ou falta de!) consumo de eletricidade ou água, alertando as empresas responsáveis pelo fornecimento sobre uma possível falha do equipamento ou um problema de segurança.
5G transforma cidades
Temos todas as peças que precisamos para que isso aconteça: processadores baratos e poderosos, tecnologia de telecomunicações, sensores e poder de processamento em nuvem. A questão é descobrir como implantar todos esses sistemas ao mesmo tempo – startups de tecnologia voltado para IoT e empresas de telecomunicações são grandes aliadas e há muita iniciativa interessante já no mercado. A implantação do 5G pode realmente ser o grande motor da implantação de infraestrutura de cidades inteligentes, já que sua implantação deverá ser realizada por empresas de telecomunicações. Infelizmente, os custos dos equipamentos 5G e a implantação desse equipamento são muito altos para a implantação generalizada já nos próximos anos. Assim que o 5G for sendo implementado nas grandes cidades brasileiras, teremos a chance de que os gestores públicos implementem iniciativas de cidades inteligentes para beneficiar a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *